Suécia e Noruega - RETRÔ88

Ir para o conteúdo

Suécia e Noruega




ATUALIZADO EM: 28 / OUTUBRO / 2021
SUÉCIA:
Nome Oficial:  Konungariket Sverige
                     Reino da Suécia
Superfície:  449.964 Km2
População:  8.330.573  (em 1980 Fone Nova Cultural)
População: 10.171.524  (Censo de 2018 fonte Wikipédia)
Capital:  Estocolmo
Língua Oficial:  Sueco
- Línguas minoritárias: finlandês, meänkieli, lapão ou lapão, romani, iídiche
Governo:  Monarquia constitucional
- Monarca:   Carlos XVI Gustavo da Suécia
- Primeiro-ministro:   Stefan Löfven
- Presidente do Parlamento:  Andreas Norlén
Independência da União de Kalmar:
  (A União de Kalmar (do Dinamarquês/Norueguês/Sueco: Kalmarunionen) foi uma série de uniões pessoais ocorridas entre 1397 e 1523, que unificaram os três reinos da Dinamarca, Noruega e Suécia sob um monarca único.
Pertenciam igualmente à união os territórios da Finlândia, Islândia, Groenlândia, Ilhas Faroé, Órcades e Shetland. Após a saída da Suécia em 1523, a Dinamarca e a Noruega permaneceram em união pessoal até 1814.)- FONTE: Wikipédia, a enciclopédia livre

Entrada na UE:  1 de janeiro de 1995
Org. internacionais: OCDE, UE, Conselho Ártico, Conselho da Europa, Organização das Nações Unidas, Fundo Monetário Internacional, Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Conselho de Segurança das Nações Unidas, Banco Mundial, Organização Mundial do Comércio, Corte Penal Internacional.
PIB (Nominal) Total: US$ 601 Bilhões (Estimativa de 2018)
Per Capita: US$ 58.345 (Estimativa de 2018)
IDH (de 2019): 0,945
Moeda:  Coroa Sueca (SEK)
Cód. Telefone: +46
Cód. Internet: .se
Website governamental: https://www.government.se/

A Suécia (em sueco: Sverige; pronúncia: své-rié), oficialmente Reino da Suécia, é um país nórdico, localizado na península Escandinava na Europa do Norte. Tem fronteiras terrestres com a Noruega, a oeste, e com a Finlândia, a nordeste, sendo banhada pelo Mar Báltico a leste e a sul. Está separada da Dinamarca a sudoeste pelo estreito de Öresund, sobre o qual corre a ponte de Öresund.

Fonte da ponte: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Com uma área terrestre de 407 311 km², um comprimento de 1 572 km e uma largura de 499 km, a Suécia é o terceiro maior país da União Europeia em termos de superfície. É constituída por um terreno plano ou ondulado na sua parte sul, enquanto a parte norte apresenta uma planície costeira seguida de um interior acidentado culminando em alta montanha junto à fronteira com a Noruega.

Possui uma população total superior a 10 milhões de habitantes (2018). Apresenta uma baixa densidade populacional, com cerca de 23 habitantes por quilômetro quadrado, mas conta todavia com uma densidade consideravelmente maior na metade sul do país. Cerca de 85% da população vive em áreas urbanas. A capital e maior cidade do país é Estocolmo (com uma população de 1,3 milhão na área urbana e de 2 milhões na área metropolitana), centro do poder político e econômico do país.

É uma monarquia constitucional com um sistema parlamentar de governo e um monarca com funções unicamente representativas. Tem uma economia altamente desenvolvida e diversificada, largamente baseada hoje em dia em serviços. O país ocupa o quarto lugar do mundo no Índice de democracia, depois da Islândia, da Dinamarca e da Noruega, segundo a prestigiada revista inglesa The Economist. O país ainda é considerado um dos mais socialmente justos da atualidade, apresentando um dos mais baixos níveis de desigualdade de renda do mundo. A Suécia é membro fundador da Organização das Nações Unidas, da União Europeia desde 1 de janeiro de 1995, e da OCDE. Isso se reflete no fato da Suécia estar, desde que a ONU começou a calcular o IDHAD (Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado à Desigualdade) de seus membros , entre os mais bem colocados países do mundo de acordo com esse indicador.

A Suécia emergiu como um país independente e unificado durante a Idade Média. No século XVII o país expandiu seus territórios para formar o Império Sueco. A maior parte dos territórios conquistados fora da península Escandinava foram perdidos durante os séculos XVIII e XIX. A metade oriental da Suécia, o que hoje é a Finlândia, foi perdida para a Rússia em 1809. A última guerra na qual a Suécia esteve diretamente envolvida foi em 1814, quando a Suécia forçou por meios militares a Noruega a se juntar ao país e criar o Reinos Unidos da Suécia e Noruega, uma união que durou até 1905. Desde então, a Suécia ficou em paz, com a adoção de uma política externa não alinhada em tempos de paz e de neutralidade em tempo de guerra. - Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Atualizado em: 10 / Novembro / 2021
NORUEGA:
Nome Oficial:  Kongeriket Norge (norueguês bokmål)
                     Kongeriket Noreg (norueguês nynorsk)
                                    Reino da Noruega
Superfície:  385.207 Km2
População:  4.134.353 (em 1980 Fonte Nova Cultural)
População:  5.391.369 (estimativa para 2021 fonte Wikipédia)
Capital:  Oslo
Língua Oficial:  norueguês (bokmål e nynorsk),
                      lapônio (em oito municípios), kven (num município).
Governo:  Monarquia constitucional
               parlamentarista unitária
- Rei Haroldo V
- Primeiro-ministro: Jonas Gahr Støre
- Presidente do Storting:  Eva Kristin Hansen (Ap) (2021–)
Formação:
- Unificação 872
- Constituição 17 de Maio de 1814
Independência da Suécia:  7 de Junho de 1905
Org. internacionais:  ONU, EFTA, OCDE, OTAN
PIB (Nominal) Total: US$ 515.832 Bilhões (estimativa de 2013)
Per Capita: US$ 101.271 (estimativa de 2013)
IDH (de 2018): 0,957
Moeda:  Coroa norueguesa (NOK)
Cód. Telefone: +47
Cód. Internet: .no; .sj e .bv
Website governamental: http://www.regjeringen.no/

A Noruega, oficialmente Reino da Noruega (em bokmål: Kongeriket Norge, em nynorsk: Kongeriket Noreg), é um país nórdico da Europa setentrional que ocupa a parte ocidental da Península Escandinava, a ilha de Jan Mayen e o arquipélago ártico de Esvalbarda, através do Tratado de Esvalbarda.

A parte continental do país divide fronteira a leste com a Suécia e ao norte com a Finlândia e a Rússia. O Reino Unido e as Ilhas Faroe estão a oeste, através do Mar do Norte, a Islândia e a Groenlândia estão a oeste, através do mar da Noruega, e a Dinamarca fica próxima ao extremo sul do país, através do estreito de Escagerraque. A Ilha Bouvet, no Atlântico sul, e a Ilha de Pedro I, no oceano glacial Antártico, são territórios dependentes (norueguês: Biland) da Noruega, mas não são considerados parte do Reino. A Noruega também reivindica uma parte da Antártida conhecida como Terra da Rainha Maud, uma reivindicação que foi reconhecida pela Austrália, França, Nova Zelândia e Reino Unido. A extensa linha costeira da Noruega, de frente para o oceano Atlântico Norte e para o mar de Barents, é a casa de seus famosos fiordes.

A Noruega mantém o modelo social escandinavo, baseado no modelo nórdico, na saúde universal, no ensino superior subsidiado e em um regime abrangente de previdência social. A Noruega foi classificada como o país mais desenvolvido do mundo em todos os relatórios de desenvolvimento humano desde 2001 (com dados referentes entre 1999 e 2010). Em 2009, o país foi novamente classificado pela ONU como o melhor país do mundo para se viver. A Noruega também foi avaliada como o país mais pacífico do mundo em uma pesquisa realizada em 2007 pelo Índice Global da Paz. E em 2017 um estudo feito por peritos internacionais, com apoio da ONU, classificou a Noruega como o país mais feliz do mundo, superando a Dinamarca que liderou o ranking no ano anterior.

Apesar de ter rejeitado a adesão à União Europeia em dois referendos, a Noruega mantém laços estreitos com o bloco e com seus países-membros, bem como com os Estados Unidos. O país é considerado um participante de destaque na diplomacia e na cooperação internacional, tendo sido profundamente envolvido nos fracassados Acordos de Oslo e nas negociações de uma trégua entre o governo do Seri Lanca e os Tigres Tâmil. A Noruega continua a ser um dos maiores contribuintes financeiros da Organização das Nações Unidas e participa com as forças da ONU em missões internacionais de paz, como no Afeganistão, Kosovo e Darfur.

Um estado unitário com subdivisões administrativas em dois níveis conhecidos como condados (fylker) e comunas (kommuner), a Noruega é uma monarquia constitucional hereditária e uma democracia parlamentar, com o rei Haroldo V como seu Chefe de Estado. Os lapões têm uma certa dose de autodeterminação e influência sobre seus territórios tradicionais, através do Parlamento Lapônio e da Lei da Finamarca. A Noruega é um dos membros fundadores das Nações Unidas, da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), do Conselho da Europa (COE) e do Conselho Nórdico, além de ser membro do Espaço Econômico Europeu, da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). - Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Voltar para o conteúdo